Indaiá

A partir da vocação econômica e cultural da região de Antônio Dias, o Instituto firmou parceria com a Associação de Artesãos do município para organizar e viabilizar atividade de geração de trabalho e renda. O trabalho para estruturação do plano de manejo sustentável da palha de indaiá, matéria-prima das artesãs, contou com a participação do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste-MG).

Os chapéus produzidos são comercializados na região, inclusive para empresas cujos empregados trabalham diretamente sob a intensa luz do sol.

Em 2013, foi realizado um seminário técnico com as artesãs de Antônio Dias, participantes do Projeto Indaiá. Na ocasião, os alunos dos cursos de Psicologia, Administração e Arquitetura do Unileste-MG apresentaram para o grupo de produtoras que coleta a palha do indaiá, propostas em relação à percepção do processo de produção, valorização da cultura regional, design e diversificação do produto. A apresentação dos alunos foi realizada de forma dinâmica, com definição de próximos passos para o projeto. Os trabalhos dos alunos indicaram oportunidade viável de melhoria da qualidade da produção. A programação contou ainda com orientações a respeito de ergonomia, segurança e saúde ocupacional, e utilização de Equipamento de Proteção Individual. O trabalho de cooperação científica do Unileste-MG para o desenvolvimento e diversificação do processo produtivo e realização de oficinas de percepção é constante.

 


Galeria de fotos

Confira as fotos do projeto: